• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Contra a Reforma da Previdência, 1º de maio em Curitiba reúne mais de mil pessoa

Caminhada no bairro Rebouças marcou o dia de luta em defesa dos direitos da classe trabalhadora

Publicado: 02 Maio, 2019 - 09h44

Escrito por: CUT Paraná

Gibran Mendes
notice

Mais de mil pessoas participaram das atividades do 1º de maio em Curitiba. Em parceria com as pastorais, a CUT, outras entidades sindicais e movimentos sociais organizaram um ato religioso seguido de uma caminhada no bairro Rebouças, na capital paranaense. Na pauta o principal tema do momento para os trabalhadores e trabalhadoras: a proposta de Reforma da Previdência.

“O 1º de maio não é uma data para comemoração, mas sim, de luta. Foi o que fizemos no Paraná neste dia que também ficou marcado por atividades de base, conversando com a população e mostrando todos os malefícios que essa reforma, caso aprovada, trará para todos. Na prática, significa o fim da aposentadoria”, enfatizou a presidenta da CUT Paraná, Regina Cruz.

Greve Geral - O secretário de comunicação da CUT Nacional, Roni Barbosa, destacou que as centrais sindicais já decidiram uma data para a greve geral. “A indignação do País com a Reforma da Previdência vem crescendo. A medida que a população vai conhecendo a proposta e vai sabendo que trata-se de um desmonte completo do direito à aposentadoria, que a capitalização nada mais é que entregar a previdência da população aos bancos, tudo isso tá gerando uma grande indignação. Por isso as centrais sindicais se reuniram e hoje estamos anunciando greve geral no dia 14 de junho. Faremos a greve geral, as centrais sindicais, os movimentos sociais e a população para barrar a Reforma da Previdência”, completou.

A CUT também lançou neste primeiro de maio a nova versão do “Na Pressão”. A plataforma virtual reúne a posição de todos os parlamentares com relação à Reforma da Previdência e possuí mecanismos para facilitar o contato entre o eleitor e o deputado com o objetivo de pressionar para que votem não pelo fim da aposentadoria. “Além da mobilização nas ruas também queremos esta mobilização virtual. Vamos pressionar para derrotar essa reforma”, completou.

Veja mais imagens do 1º de maio em Curitiba em nossa Fan Page clicando aqui.