• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Quarta Sindical debate eleições na Câmara dos Deputados

Vacina para todos, taxação de grandes fortunas e auxílio emergencial são temas que o Partido dos Trabalhadores condicionou para apoiar Baleia Rossi

Publicado: 20 Janeiro, 2021 - 20h41 | Última modificação: 21 Janeiro, 2021 - 09h15

Escrito por: CUT PR

Divulgação
notice

No programa Quarta Sindical do dia 20 de janeiro, Ana Carolina Caldas e Márcio Kieller com a finalidade de trazer para população as informações necessárias para entender como se dará esse processo de eleição na Câmara dos Deputados Federais, quais são os principais candidatos e como eles podem influenciar nas pautas a serem discutidas, conversaram com a Presidenta Nacional do PT e Deputada Federal Gleisi Hoffmann, e o cientista político Emerson Cervi da UFPR para tratar do tema da eleição da mesa da Câmara dos Deputados.

Os dois principais candidatos a presidência da casa, Baleia Rossi (MDB), apoiado por Rodrigo Maia(DEM), representando a direita liberal que participou do golpe de 2016 e Arthur Lira (PP), candidato de Bolsonaro (sem partido) representando a bancada conhecida como “centrão” são os nomes postos com maiores chances de se elegeram em uma disputa que tende a ser acirrada que ainda está em aberto, com possibilidade de 2º turno.

A deputada federal Gleisi Hoffmann explica o por quê da opção do PT pelo candidato Baleia Rossi.
Ela enfatiza que é uma aliança para impedir o candidato de Bolsonaro ter o controle de pautas e a outra é a condição de ter a possibilidade de avançar em pautas para a população, primeiramente sobre a vacina para todos, o auxílio emergencial e a garantia de dar condições a agricultura familiar. Além disso o PT também fecha acordos para colocar o tema de taxação sobre grandes fortunas, pois segundo a deputada “precisamos de dinheiro para financiar programas sociais e o sistema tributário brasileiro é injusto, além de regressivo é injusto e não tributa os mais ricos” e o compromisso de fazer parte de comissões e poder avaliar processos de impeachment que venha a ser analisado contra Bolsonaro. “É uma aliança pontual, mesmo sabendo das contradições que temos com eles” Explica a deputada sobre a aliança com candidato de Rodrigo Maia

O professor da UFPR, cientista Emerson Cervi faz sua análise afirmando que a única coisa certa a dizer é quem já perdeu essa eleição. “quem já perdeu essa eleição foi a antipolítica, foi a nova política , foi aquela bancada chamada de ‘bancada da selfie’. Agora o que estamos vendo é dois candidatos de partidos institucionalizados. O presidente Bolsonaro que representa essa antipolítica, não pensou duas vezes antes em escolher seu candidato à câmara que seja de um partido do ‘centrão’, que é daquela política mais institucionalizada”. Com as candidaturas de Baleia Rossi e Arthur Lira, de acordo com o professor, a política institucionalizada começar a entrar nos eixos novamente, sendo isso a principal característica dessa eleição.

Para ver essa e outras análises, assista o programa no link abaixo: 
https://www.facebook.com/CUTdoParana/videos/419651109340956/

O programa Quarta Sindical vai ao ar toda quarta-feira, ao vivo, às 11h:30m, com grandes temas pertinentes ao mundo do trabalho, com transmissão nas páginas de facebook da CUT PR e Brasil de Fato PR.