• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

No PR, cem cruzes são colocadas em frente ao Palácio Iguaçu no dia de Luto e Luta

Faixas em viadutos pediram #ForaBolsonaro e uma live com representantes das centrais foi realizada

Publicado: 07 Agosto, 2020 - 13h57 | Última modificação: 07 Agosto, 2020 - 15h41

Escrito por: CUT Paraná

Gibran Mendes/ CUT Paraná
notice

Quem passou por diversos viadutos em Curitiba na manhã desta sexta-feira (7) encontrou faixas que pediam #ForaBolsonaro. A ação fez parte do Dia Nacional de Luta | Dia de Luto em defesa da vida e dos empregos. A CUT Paraná, em parceria com os movimentos sociais, também colocou 100 cruzes brancas em frente ao Palácio Iguaçu, sede do Governo do Paraná, em homenagem aos 100 mil mortos pela Covid-19.

Todas as ações aconteceram sem aglomerações e respeitando o distanciamento social. O objetivo, mesmo em meio à pandemia, foi reforçar o recado da central pelo Fora Bolsonaro e por uma drástica mudança na forma com que o novo coronavírus é tratado no Brasil. Atos semelhantes aconteceram em diversas cidades de todo o Brasil, de forma articulada, com o objetivo de pressionar o Governo Federal e também o poder público estadual a encarar a doença segundo as recomendações da Organização Mundial da Saúde.

“Além disso, também reforçamos o Fora Bolsonaro. Não há como combater a epidemia com ele sentado na cadeira de Presidente da República. O que estamos vendo no Brasil é um genocídio. Aliado a isso, a ininterrupta retirada de direitos da classe trabalhadora. É inacreditável o que acontece no País”, apontou o presidente da CUT Paraná, Márcio Kieller.

Ainda segundo ele, as medidas provisórias publicadas pelo Governo Federal, também empurram as pessoas para fora do isolamento social em busca da sobrevivência. “Há, claro, o negacionismo que estimula milhões de pessoas a não seguirem as regras da OMS. Mas ao mesmo tempo também há a necessidade financeira das pessoas que não encontram respaldo para manterem-se isoladas. Mas também há um recado para o governador Ratinho Júnior que está escondido no meio da maior crise sanitária da história recente e não atende aos nossos chamados para que os trabalhadores e as trabalhadoras possam colocar suas preocupações e problemas enfrentados com a pandemia”, completou.

Live – Além das ações em viadutos e em frente ao Palácio Iguaçu, a CUT Paraná organizou com as demais centrais sindicais do Estado uma transmissão online. No debate os dirigentes avaliaram os atos desta sexta-feira, as ações do Governo Federal e do Governo do Estado e também as dificuldades vivenciadas pelas mais diversas categorias. Isso pela pandemia e a ausência de proteção adequada, mas também pelas ações – a ausência de ações – do poder público.

Confira a live na íntegra: