• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

CUT Paraná entre plataforma da classe trabalhadora para candidatos

Propostas da central estão organizadas em 13 eixos

Publicado: 05 Outubro, 2018 - 10h18 | Última modificação: 05 Outubro, 2018 - 12h09

Escrito por: CUT Paraná

Divulgação / Dr. Rosinha
notice

A CUT Paraná entregou, nesta quinta-feira (4), a Plataforma da Classe Trabalhadora para as eleições de 2018. O documento, organizado em 13 eixos essenciais, traz as principais demandas da classe trabalhadora. Entre eles a defesa da democracia e dos direitos humanos, a valorização com qualidade do trabalho e renda, justiça tributária, promoção do desenvolvimento, entre outros.

 

O documento foi entregue ao candidato Dr. Rosinha (PT) e ao representante da candidata ao Senado, Mirian Gonçalves (PT), Wilson Ramos Filho, que é seu suplente.  “Desde 2008 a CUT faz esse levantamento e organiza as reivindicações da classse trabalhadora de forma sistematizada para apresentar para aqueles que pleiteiam cargos públicos. Geralmente não conseguimos com todos os candidatos devido às suas posições ideológicas que não assinam. No campo democrático e popular é onde conseguimos esse compromisso”, afirmou o secretário geral da CUT Paraná, Márcio Kieller.

 

O candidato Dr. Rosinha avaliou ponto por ponto dos 13 eixos que organizam as propostas. O primeiro deles, sobre democracia e direitos humanos,  é o ponto de partida na opinião do candidato. “Defender a democracia e os direitos humanos é a nossa origem. É um compromisso que não tem como não ser assumido publicamente. Principalmente nesse momento em que a democracia está em xeque, não vivemos um estado democrático de direito. Na eleição agora ou eles consolidam o golpe ou continuaremos resistindo. A eleição não garantirá o processo democrático. Como governador, o mínimo que cabe é fazer essa defesa”, alertou.

 

Já o Wilson Ramos Filho reforçou o compromisso da candidatura de Mirian Gonçalves com a pauta da classe trabalhadora e enfatizou a importância e eleger uma bancada forte no legislativo para dar amparo ao poder executivo.  “Não basta a vontade. É fundamental dotar de uma base de parlamentares de sustentação. Mais do que nunca precisamos eleger uma grande bancada Lula no Congresso Nacional, formada por deputados federais e senadores. Insistam com todos e todas para votarem nos deputados e deputadas”, afirmou.

 

Clique aqui para baixar a plataforma na sua versão eletrônica. 

carregando
carregando