• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Sintrapav avança em acordo coletivo no meio da crise econômica

Entidade conseguiu avanços significativos para a categoria em projeto da Klabin

Publicado: 09 Julho, 2020 - 13h31 | Última modificação: 09 Julho, 2020 - 14h05

Escrito por: CUT-PR

Sintrapav
notice
Trabalhadores nas obras do Projeto Puma II, entre Telêmaco Borba e Ortigueira

O Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Construção Pesada (Sintrapav-PR) conseguiu importantes avanços para os trabalhadores das obras do Projeto Puma II, da Klabin. A renovação do acordo coletivo de trabalho teve avanços na área econômica e social. 

Entre os avanços estão o aumento de 3% nos salários, garantindo ganho real, ampliação de 10% no valor da cesta básica  R$ 550,00, garantia de Cesta Natalina de R$ 550,00 , manutenção da PLR de 1 salário base, benefício de Kit bebe/mamãe em caso de nascimento dos filhos, refeição extra (Lanche da tarde) para trabalhadores que fazem hora extras, ou valor de R$ 5,00 para cada lanche. O ACT garante também pagamento de adicionais de horas diferenciados. 

“As conquistas no Projeto Puma II são frutos de mobilização permanente, respeito e liderança nas ações sindicais. Trata-se também de uma questão de confiança estabelecida com a base a partir do relacionamento estabelecido com o sindicato. O resultado é uma direção fortalecida e uma base mobilizada”, apontou o presidente do sindicato, Raimundo Ribeiro Santos Filho, o Bahia.  Segundo ele, o ACT ainda prevê seguro de vida, manutenção de direitos e outras conquistas para a categoria, como por exemplo a liberação dia de pagamento.

"Participei de visitas dos sindicato nas instalações da Klabin. Sou prova do respeito e do diálogo entre o sindicato e os trabalhadores das obras da empresa e do Projeto Puma II", completou o presidente da CUT Paraná, Marcio Kieller. 

Por conta da pandemia, a votação será ser feita por meio de listas de presenças repassadas nas reuniões dos Diálogos Diários de Segurança, com a presença de dirigentes do sindicato.